IPM Sistemas completa 20 anos e consolida tecnologia para gestão pública - IPM

IPM Sistemas completa 20 anos e consolida tecnologia para gestão pública

Carreira
13 jun 2016

Centenas de prefeituras e demais órgãos municipais aderiram à plataforma em nuvem.

Pioneira na tecnologia em nuvem, que vem modernizando a gestão pública municipal, a empresa catarinense IPM Sistemas completa 20 anos de atuação no mercado. Com forte presença em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, a empresa ultrapassou a marca de 120 clientes entre prefeituras e câmaras de vereadores que utilizam a plataforma inteligente cloud computing, além da carteira de clientes usuária do sistema desktop.

O nível de satisfação dos parceiros é atestado pelo alto índice de renovação de contratos. Por meio de processos licitatórios, mais de 80 contratos foram renovados nos últimos 18 meses. Outros 12 novos clientes iniciaram parceria com a IPM entre 2015 e 2016, como as prefeituras de Cascavel, Arapongas, Paranaguá, Telêmaco Borba e Cambira, no Paraná. Os municípios catarinenses de Biguaçu, Ituporanga e Araquari, em Santa Catarina também ingressaram no portfólio. O mesmo aconteceu com o consórcio da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal) e São Leopoldo, no Rio Grande do Sul.

“Nessas duas décadas de atuação, investimos em novas tecnologias e também no desenvolvimento dos nossos profissionais. Hoje, mais de 300 colaboradores estão comprometidos com satisfação de nossos clientes. Com muito empenho, rompemos barreiras e nos tornamos referência em sistemas inteligentes para a gestão pública municipal. Crescemos e avançamos juntos, sempre guiados por um objetivo muito claro: apresentar as melhores soluções para órgãos públicos, proporcionando agilidade, economia e resultados efetivos na administração de processos. Continuamos abertos ao novo e atentos às tendências”, destaca Aldo Mees, diretor-presidente da IPM Sistemas. A empresa possui sua sede administrativa em Florianópolis e mantém o Centro de Tecnologia em Rio do Sul, localizado no Alto Vale do Itajaí.

Melhoria na performance administrativa, organização e definição de fluxos de trabalho, aumento de arrecadação, e transparência são alguns dos resultados apresentados pelas soluções implementadas pela empresa. Com um banco de dados unificados, alto grau de disponibilidade e segurança, a plataforma Atende.Net agrega todas as funcionalidades necessárias para a automatização de processos da gestão pública, incluindo contabilidade, recursos humanos, procuradoria e administração em geral. Outro benefício é facilidade para implantação de portais da Transparência e do Cidadão. Economia e mobilidade também estão à disposição de outras áreas.

Resultados na administração municipal
Em Santa Catarina, por exemplo, os municípios de Rio do Sul, Palhoça e Timbó estão utilizando o sistema IPM Fiscal, que ajuda na identificação da sonegação fiscal e proporciona um incremento médio de 30% na arrecadação do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) de instituições financeiras. O software Atende.Net também tem auxiliado os gestores públicos na prestação de contas junto aos TCEs. Agilidade e segurança nos processos licitatórios também são observados pelos clientes da IPM.

Outra vantagem propiciada pelo sistema está relacionada aos serviços destinados ao cidadão, a exemplo do Portal da Transparência. Por meio dele, Apiúna foi eleita a cidade mais transparente do País em 2015 – análise feita pela Controladoria Geral da União (CGU). Em junho deste ano, nove clientes IPM conquistaram a nota máxima em transparência, em um levantamento feito pelo Ministério Público Federal.

Melhorias constantes nos sistemas
Estão em operação sistemas voltados, ainda, para as áreas de saúde e social. Atualmente, várias cidades utilizam o IPM Saúde, interligando digitalmente unidades de saúde e farmácias municipais. Além disso, o prontuário eletrônico registra todo o histórico dos pacientes da rede pública. Com o apoio de tablets e smartphones, agentes comunitários conseguem registrar com agilidade informações para o sistema integrado e-SUS, do Ministério da Saúde.

Uma nova ferramenta para controle de riscos sanitários gerencia as denúncias recebidas e agiliza o trabalho dos agentes de fiscalização, gerando automaticamente informações para o SUS. Outra novidade é o programa de gestão de cemitério, que organiza os processos administrativos, elimina burocracias e aposenta os antigos registros em fichários de papel. Além disso, possibilita o agendamento de sepultamentos e a emissão online de guias para pagamento de tributos.

Confira a matéria publicada nos portais:

Noticenter

Acate

Voltar Voltar para notícias
Compartilhe essa notícia
Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Linkedin
Retornar ao topo da página