Os sistemas de gestão pública e as prestações de contas

Programas de prestações de contas devem ser naturalmente integrados ao Atende.Net e não podem ser vendidos separadamente


Agilizar e facilitar a rotina da administração municipal é um dos maiores objetivos da boa gestão pública. A prestação de contas, por exemplo, é uma das atividades que mais exige dedicação por parte dos servidores e deve ser feita de forma minuciosa para não ocorrer equívocos. Sistemas de gestão em nuvem podem ser grandes aliados nesse processo.


Segundo Aldo Luiz Mees, diretor-presidente da IPM Sistemas, os programas de prestação de contas são naturalmente integrados ao Atende.Net, e, portanto, não são vendidos separadamente, até porque o seu funcionamento depende da base de dados controlada pelo Atende.Net. E mais, acrescenta que os sistemas de gestão pública precisam permitir as prestações de contas sem que estes sejam cobrados em separado, afinal estas são funções básicas de qualquer sistema, assim como emitir relatórios e guias.


Sempre fizemos toda a integração dos programas conforme a necessidade legal. No caso do eSocial, ainda não há obrigação, mas liberamos a qualificação em dezembro de 2016 e a estrutura de geração dos eventos e envio um ano depois. Treinamos nossa equipe e estamos orientando os clientes para qualificar a base, assim, quando chegar o momento do envio, eles não perderão os prazos”, destaca.


Vale lembrar que o eSocial vai substituir outros sistemas de informação do Governo Federal como GFIP/SEFIP, CAGED, DIRF, RAIS, CAT, PPP, dentre outros. Todos eles são integrados ao Atende.Net. Já os sistemas SIM-AM (TCE/PR) e PAD (TCE/RS) no RH são integrados, mas estes dependem de exportação de arquivos.

Compartilhe
FacebookTwitterGoogle+Email

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2018 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.