Municípios clientes da IPM estão com as prestações de contas do TCE em dia

Software em nuvem auxilia prefeituras na entrega correta das informações


As prefeituras do sul do Brasil que utilizam o sistema de gestão pública em nuvem, Atende.Net, já estão com as prestações de contas em dia com o Tribunal de Contas da União (TCE). O envio dos municípios do Paraná é mensal, enquanto que em Santa Catarina e Rio Grande do Sul o balanço deve ser enviado bimestralmente.

Segundo o supervisor contábil da Central de Atendimento da IPM, Marciel Dover  Schmidt, esta é uma das etapas mais importantes para a manutenção da transparência da gestão pública das cidades. Além de ser uma obrigação legal, beneficia as prefeituras porque garante o repasse de verbas nas variadas áreas da administração pública.

A utilização de um sistema de gestão em nuvem, como o Atende.Net, é uma das formas de garantir o envio correto e dentro do prazo. O software, desenvolvido pela IPM, é totalmente integrado a diversos programas como SIM-AM, e-Sfinge e PAD, e possui ferramentas para a correção dos dados antes do envio oficial.

“Ele auxilia a conferência das informações que serão enviadas ao TCE por meio de um botão de inconsistências. O sistema aponta os erros e indica quais as correções a fazer”, explica. Para se ter uma ideia, todas as prefeituras que utilizam o sistema da IPM estão com as obrigações referentes à última prestação de contas em dia.

O município de Pinhalzinho, em Santa Catarina, é um dos usuários do sistema. Segundo a contadora Daniele Pezzini, a ferramenta diminui as chances de ter que descartar todas as remessas enviadas no caso de inconsistências, poupando o tempo dos servidores, evitando o retrabalho e agilizando a entrega.

"Quando há informações incorretas, é necessário descartar todas aquelas enviadas para a correção das divergências. Dados da contabilidade, RH, Compras e outros setores precisam ser regerados e retransmitidos. Com a verificação antes do envio, nós minimizamos esse contratempo".

O sucesso na prestação de contas também se deve à geração automática do SICONFI e da DCA. “Desde o fim do ano passado o sistema permitiu a importação do arquivo, o que agilizou bastante os serviços desse tipo de prestação de contas. Hoje o preenchimento e a importação ocorrem integrados ao Atende.Net”, esclarece Schmidt.

Compartilhe
FacebookTwitterGoogle+Email

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2018 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.