Destaques do Ranking da Qualidade Contábil e Fiscal do SICONFI 2022

Clientes IPM são destaque no Ranking da Qualidade Contábil e Fiscal do SICONFI 2022

Cases
12 jul 2022

O Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal do SICONFI 2022, elaborado pela Secretaria do Tesouro Nacional, apresenta 21 clientes IPM com distinção, além de diversos destaques regionais. O levantamento avaliou os dados de 2021 e foi divulgado em junho. Entre os destaques está Senador Salgado Filho (RS), que utiliza tecnologia IPM desde 2020. O município ficou em 5º lugar Nacional, além de também figurar em 5º lugar no RS e em 1º lugar entre os integrantes da Associação dos Municípios das Missões. 

“Não trabalhamos pensando em alcançar uma boa classificação, mas sim em prestar um bom serviço para a comunidade. Mas é claro que estou muito feliz. É o terceiro ano seguido que conquistamos uma boa posição no ranking, resultado do ótimo trabalho de toda a equipe contábil da Prefeitura, especialmente do também contador Vantuir de Oliveira, que atua diretamente nessa área, bem como das técnicas contábeis Patrícia e Leila, que trabalham na escrituração e registro diário analítico”, salienta o contador da Prefeitura de Senador Salgado Filho (RS), Sérgio Xavier Bourscheid.

Conforme explica Sérgio, além das boas práticas de gestão adotadas dentro do departamento de Contabilidade da Prefeitura, o uso de tecnologia de última geração tem facilitado o desempenho da equipe.

“Utilizamos a ferramenta IPM, que contribui significativamente para a realização do nosso trabalho, principalmente pelo fato de ser em nuvem, o que deixa o sistema sempre atualizado, não precisando de atualizações locais como era no passado”, explica o contador. “Contar com essa tecnologia tem nos auxiliado muito, correspondendo às nossas expectativas”, completa Sérgio.

Confira os clientes IPM que são destaques no Ranking SICONFI 2022

TOP 25 – Nacional:

  • 5º lugar nacional Senador Salgado Filho (RS)

TOP 25 – Santa Catarina:

  • 1º lugar – Rio do Campo (SC)
  • 3º lugar – Pomerode (SC)
  • 4º lugar – Concórdia (SC)
  • 5º lugar – Brusque (SC)
  • 6º lugar – Pinhalzinho (SC)
  • 7º lugar – Rio das Antas (SC)
  • 10º lugar – Timbó (SC)
  • 12º lugar – Apiúna (SC)
  • 15º lugar – Aurora (SC) 
  • 16º lugar – Ascurra (SC)
  • 18º lugar – Massaranduba (SC)
  • 20º lugar – Seara (SC)
  • 21º lugar – Vitor Meireles (SC)
  • 22º lugar – Paraíso (SC)

TOP 25 – Rio Grande do Sul:

  • 5º lugar – Senador Salgado Filho (RS)
  • 20º lugar – Panambi (RS)

TOP 25 – Paraná

  • 1º lugar – Castro (PR)
  • 5º lugar – Marechal Cândido Rondon (PR)
  • 7º lugar – Nova Santa Rosa (PR)
  • 10º lugar – Paraíso do Norte (PR)
  • 23º lugar – Araucária (PR)

Tecnologia facilita e agiliza repasse das informações ao Tesouro Nacional

Para qualificar o repasse das informações ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro, é preciso utilizar tecnologia de ponta na gestão contábil e fiscal. O analista de sistemas José Luis Mauricio, que atua no desenvolvimento do software Atende.Net, explica como a IPM contribui para o sucesso de seus clientes.

“Temos compromisso com a qualidade do sistema que fabricamos, por isso mantemos uma equipe de ponta e engajada, inclusive com contadores que atuam na interpretação das Regras de Negócio definidas pela STN através dos Manuais de Procedimentos Contábeis Aplicados ao Setor Público. Esses profissionais repassam aos analistas e programadores todas as regras, definindo como devem ser aplicadas no sistema para que, como resultado final, o usuário possa ter os dados contábeis e fiscais gerados para o SICONFI com toda a qualidade, segurança e integridade”, explica José Luis.

Essa geração de dados acontece através de responsabilidades compartilhadas no Atende.Net. Para isso, o Município relaciona o seu Plano de Contas ao Plano de Contas Padrão da Secretaria do Tesouro Nacional, de forma que o Atende.Net saiba em qual conta gerar cada valor.

Automatização e atualização em tempo real simplificam processos 

“Para tornar esse processo ainda mais simples e ágil, nós oferecemos o relacionamento automático para aquelas contas que o sistema consegue identificar o relacionamento de um plano com o outro. Então fica a cargo do usuário relacionar apenas as exceções, que são aquelas contas que o sistema não identificou o padrão”, salienta José Luis.

Ou seja, o Atende.Net faz o reconhecimento de todas as regras exigidas pelo SICONFI, mapeando as configurações necessárias de cada movimento para que o dado seja gerado no local adequado. E, durante as movimentações contábeis (empenho, liquidação, pagamento, receita, etc), armazena em tempo real as informações que serão necessárias para o envio posterior ao SICONFI.

Assim, o usuário pode fazer suas conferências a qualquer momento, seja pelos relatórios ou pela consistência da base de dados, não precisando esperar até o fechamento do mês para processar uma rotina secundária.

“Quando chegar o prazo de enviar os dados ao SICONFI, o usuário acessa uma das duas rotinas disponíveis, que é a Geração do Arquivo de Instância XBRL ou a Geração da Matriz de Saldos Contábeis, seleciona o período que deseja gerar os dados e pronto, o sistema faz toda a geração necessária”, explica José Luis.

> Vídeo: 3 vantagens da modernização digital dos órgãos públicos 

Ranking SICONFI também mostra destaques por microrregiões

O Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal do SICONFI 2022 também possibilita buscar o resultado dos municípios individualmente, mostrando sua classificação dentro da microrregião (conforme o IBGE). Por exemplo, é possível ver que 14 dos 20 mais bem classificados na AMAVI – Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí são clientes IPM. Confira alguns desses destaques microrregionais abaixo:

  • AMAVI (Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí – SC): 1º lugar – Rio do Campo, 2º lugar – Aurora, 3º lugar – Vitor Meireles, 4º lugar – Presidente Nereu, 5º lugar – Taió, 6º lugar – Ibirama, 8º lugar – Rio do Oeste, 10º lugar – Laurentino, 12º lugar – José Boiteux, 13º lugar – Mirim Doce, 15º lugar – Lontras, 16º lugar – Salete, 18º lugar – Rio do Sul, 19º lugar – Presidente Getúlio.
  • AMEOSC (Associação dos Municípios do Extremo Oeste de SC): 1º lugar – Paraíso, 2º lugar – Santa Helena, 5º lugar – Iporã do Oeste, 12º lugar – Barra Bonita, 16º lugar – Palma Sola, 17º lugar – Itapiranga.
  • AMMVI (Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí – SC): 1º lugar – Pomerode, 2º lugar – Brusque, 3º lugar – Timbó, 4º lugar – Apiúna, 5º lugar – Ascurra, 6º lugar – Indaial, 7º lugar – Benedito Novo, 8° lugar – Rio dos Cedros, 9º lugar – Botuverá, 10º lugar – Doutor Pedrinho, 13° lugar – Rodeio, 14º lugar – Guabiruba.
  • AMARP (Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe – SC): 1º lugar – Rio das Antas.
  • AMURES (Associação dos Municípios da Região Serrana de SC): 1º lugar – Bom Retiro.
  • AMAUC (Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense): 1º lugar – Concórdia, 2º lugar – Seara.
  • AMVALI (Associação dos Municípios do Vale do Itapocu – SC): 1º lugar – Massaranduba, 2º lugar – Guaramirim, 5º lugar – Corupá.
  • AMUNESC (Associação de Municípios do Nordeste de SC): 1º lugar – Garuva, 3º lugar – Balneário Barra do Sul, 4º lugar – Araquari, 6º lugar – São Francisco do Sul. 
  • AMOSC (Associação dos Municípios do Oeste de SC): 2º lugar – Pinhalzinho.
  • AMM (Associação dos Municípios das Missões – RS): 1º lugar – Senador Salgado Filho. 
  • AMPARA (Associação dos Municípios do Vale do Paranhana – RS): 1º lugar – Parobé.
  • GRANPAL (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre – RS): 2º lugar – Gravataí, 12º lugar – Nova Santa Rita, 13º lugar – Alvorada, 14º lugar – Novo Hamburgo, 15º lugar – Cachoeirinha, 17º lugar – Sapucaia do Sul, 21º lugar – Guaíba.
  • AMUCELEIRO (Associação dos Municípios da Região Celeiro do Rio Grande – RS): 2º lugar – Bom Progresso, 6º lugar – Esperança do Sul, 7º lugar – Campo Novo, 8º lugar – Horizontina.
  • AMUFRON (Associação dos Municípios da Fronteira Noroeste do RS): 2º lugar – Santa Rosa.
  • AMCG (Associação dos Municípios da Região dos Campos Gerais – PR): 1º lugar – Castro.
  • AMUNPAR (Associação dos Municípios do Noroeste do Paraná): 1º lugar – Paraíso do Norte.
  • ASSOMEC (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba – PR): 1º lugar – Araucária.
  • AMOP (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná): 2º lugar – Nova Santa Rosa, 5º lugar – Marechal Cândido Rondon.

Leia também:

> 27 clientes IPM são destaque no Ranking Melhores Cidades do Brasil 2022

> Rio do Sul vence prêmio nacional do Sebrae de Cidade Empreendedora

> Índice CFA 2022: clientes IPM são destaque nacional em Governança Municipal

> Índice Firjan destaca 88 clientes IPM com boa ou excelente gestão fiscal

> Prêmio Band Cidades Excelentes: clientes IPM no pódio do Oscar da Gestão Pública

> Portal da Transparência: 50 clientes IPM têm excelente avaliação do TCE-RS

 

Siga a IPM no Linkedin, Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Voltar Voltar para notícias
Compartilhe essa notícia
Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Linkedin
Retornar ao topo da página