Cidades inteligentes: mais 10 municípios de cinco estados adotam solução 100% em nuvem da IPM Sistemas

16/03/2021 por IPM

A digitalização é um caminho sem volta para a gestão, seja ela pública ou privada. Processo esse que foi acelerado pela chegada da pandemia de covid-19, principalmente quando se fala em órgãos públicos. Por isso, cada vez mais Prefeituras estão investindo em tecnologia e inovação, entrando para o rol das Cidades Inteligentes. Nesta virada de ano, por exemplo, mais 10 municípios de cinco estados estão adotando a solução tecnológica da IPM.

São mais 10 cidades brasileiras que buscam ser mais eficientes e econômicas:


E mesmo a pandemia tendo prejudicado milhões de pessoas em 2020, devido às restrições de deslocamento, os órgãos públicos que já operavam o Atende.Net estavam preparados para o bom atendimento. Os números comprovam: Prefeituras de SC, RS, PR, SP e MG que usam o software da IPM viram o número de processos digitais abertos via portal ou aplicativo aumentar 255% ao longo do último ano.

Ainda, o aumento do número de documentos assinados digitalmente entre 2019 e 2020 foi de 268%, havendo um incremento de 33,6% no total de novos usuários utilizando a plataforma. Além disso, o levantamento feito junto à plataforma Atende.Net mostrou que foram realizados 3,7 milhões de acessos a serviços públicos via autoatendimento ou aplicativo.

 

Sistema orientado a processos gera benefícios à gestão pública


Todas essas Prefeituras decidiram pela implantação do Atende.Net, software de gestão pública desenvolvido pela IPM Sistemas. Trata-se de uma solução orientada a processos, que conta com a funcionalidade Workflow, que atua como um guia visual para o trabalho. Além disso, ele não permite passar para a etapa seguinte sem a conclusão da anterior, garantindo que todas sejam concluídas adequadamente.

Nesse sentido, o sistema também garante processos ágeis tramitando entre as áreas administrativas e de forma totalmente digital. Dessa forma, evita-se que uma demanda fique parada. Isso porque o gestor tem acesso à fila de processos e um melhor controle sobre as atividades dos servidores.

Tudo isso por meio de tecnologia 100% em nuvem e funcionalidades que contribuem para a otimização e transparência das rotinas administrativas. Afinal, o objetivo da IPM é justamente o de atuar no desenvolvimento de soluções de gestão para cidades inteligentes.

 

Processos digitais resultam em economia às Prefeituras


A adoção da tecnologia é fundamental na construção de cidades inteligentes. Por isso, a IPM desenvolveu um software único e 100% em nuvem, que permite uma gestão pública mais eficiente e econômica, atuando também para o aumento da arrecadação dos municípios.

Afinal, com uma boa gestão dos recursos físicos, financeiros e humanos, há menos custos e aumento da qualidade do trabalho realizado. Ganham os Servidores públicos, que têm sua rotina de trabalho facilitada e agilizada, e ganham os cidadãos, que passam a contar com atendimento mais dinâmico, simples e de alta qualidade.

Como um exemplo disso, pode-se citar a redução do uso de papel e de gastos com os Correios. A Prefeitura de Rio do Sul, distante 195 quilômetros de Florianópolis (SC), registrou economia expressiva em 2020 com o Projeto Rio do Sul sem Papel. Foram poupados R$ 250 mil no consumo de papel e materiais de escritório. Ainda, a adoção dos processos digitais reduziu os gastos com logística. Em 2018, o município gastou R$ 544.880,79 com os Correios, contra R$ 247.948,68 em 2020. Economia essa que pôde ser revertida em melhorias na estrutura do município. 

A Prefeitura de Gravataí, cidade que fica a 30 quilômetros de Porto Alegre (RS), também conta com o software Atende.Net. “Em 2019, tivemos quase 76 mil processos exclusivamente digitais. Não tem cópia física, não tem papel. É quase um milhão de folhas de ofício que deixamos de utilizar no período que, além de gerar economia para o município, ainda gera sustentabilidade”, destaca o secretário de Administração de Gravataí, Alexsandro Lima Vieira.

“Hoje também pode-se pedir uma série de serviços pelo site com o autoatendimento, no computador de casa ou pelo aplicativo. Agora até o servidor rende mais, é mais efetivo”, completa.

 

Cidades Inteligentes têm gestão ágil, econômica e eficiente


As Cidades Inteligentes são aquelas que priorizam a prestação de serviços voltados para a melhoria da qualidade de vida, aliada à geração de desenvolvimento econômico. E tudo isso está presente no conceito aplicado pela IPM Sistema em seu software. Além de facilitar a rotina dos Servidores, a solução criada pela IPM também melhora o atendimento ao Cidadão, estando totalmente alinhada ao conceito de Smart Cities.

Afinal, é a tecnologia sendo usada para oferecer autoatendimento de forma simples e intuitiva, com o cidadão ganhando autonomia para se autoatender e solicitar serviços de qualquer dispositivo conectado a internet. Ou seja, sem precisar se deslocar até a Prefeitura, evitando filas e burocracia.

A solução tecnológica Atende.Net também possibilita oferecer mais de 300 serviços através do Portal do Cidadão, incluindo pagamento de impostos, como IPTU, ISS e ITBI. Além de solicitação de alvarás e certidões, de manutenção da iluminação pública, conserto de ruas e da estrutura pública, agendamento de consultas, etc, tudo sem sair de casa ou do escritório.



 

Rotina otimizada melhora a arrecadação e a qualidade do serviço


Ao adotarem a tecnologia Atende.Net, as Prefeituras se tornam digitais. Ou seja, passam a contar com um sistema moderno e em nuvem. O software da IPM funciona em qualquer dispositivo móvel com acesso à internet, 24h por dia, em ambiente seguro e de alta disponibilidade. Por exemplo, elimina a necessidade de servidores de banco de dados e de aplicativos, sistemas de gerenciamento de banco de dados (SGBDs), softwares básicos e cabeamentos estruturados.

Além disso, as Prefeituras passam a contar com uma plataforma única de gestão no Atende.Net. Com todos os departamentos trabalhando na mesma tela, facilita-se o trabalho dos Servidores, reduzindo-se a duplicação de dados ou retrabalho. Portanto, é uma inovação tecnológica que aumenta o controle da gestão, possibilitando o cruzamento de vários dados em tempo real, inclusive com geração de gráficos e relatórios instantâneos. 

Toda essa otimização da rotina interna da Prefeitura permite aumentar a arrecadação do município. Afinal, o gestor passa a ter mais acesso às informações gerenciais garantindo maior controle da cobrança dos impostos municipais. Ainda, facilita a adequação do valor venal dos imóveis do município para a correta cobrança do IPTU, por exemplo.

 

Confira vídeo sobre as vantagens da tecnologia 100% em nuvem da IPM




 

LEIA TAMBÉM:


> Massaranduba é o primeiro município de SC a permitir pagamento de tributos municipais via PIX
> Municípios com tecnologia IPM são destaque no Brasil no índice de governança municipal
> Sistemas de gestão pública 100% em nuvem facilitam licitações eletrônicas
> Uso de serviços digitais no setor público mais do que dobrou em 2020

Atende.Net, Campo Novo, Carmo do Cajuru, cidades inteligentes, computação em nuvem, Esperança do Sul, Gravatal, Piracaia, Prefeitura Digital, Rio Negro, Santa Rosa do Sul, São João do Polêsine, Seara, tecnologia, Três Pontas

Sobre o Autor

IPM

Comentários

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2021 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.