Rio do Sul lança programa de R$ 4,5 milhões para inclusão digital.

A prefeitura de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, lançou no último dia 12 de fevereiro o programa Rio do Sul Digital, um projeto de R$ 4,5 milhões que irá conectar 90 prédios públicos municipais por cabos de fibra óptica e fornecer internet gratuita em 80% do território. Na nova condição, a capacidade de banda larga na cidade será ampliada de 30 MB para 120 MB.

O investimento faz parte do Programa de Modernização da Administração Tributária e Gestão de Setores Sociais Básicos (PMAT) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e possibilitará melhorias em diversos setores da administração pública do município. A gestora do financiamento será a Caixa Econômica Federal e a prefeitura terá 24 meses de carência e 72 meses para quitar o financiamento.

Segundo o prefeito, Garibaldi Antônio Ayroso, o Gariba, o aporte tem retorno garantido para o município. “Não vamos obter somente a conectividade, mas a dignidade para que o cidadão mais simples tenha possibilidade de estar incluído e ter as mesmas condições de ampliar seu mundo por meio da internet”, declarou.

Na educação, um contrato de prestação de serviços está sendo firmado com a Google, para o uso do software Google For Education. De acordo com o representante da multinacional Henrique Augusto Araújo, diretor-executivo da QI Network, será a primeira vez no Brasil em que o Google For Education será integrado a um software de gestão em nuvem de uma prefeitura.

Em 2013, a prefeitura de Rio do Sul deu o primeiro passo para a modernização da gestão pública ao aderir à cloud computing (nuvem) com o sistema AtendeNet, da IPM Informática. A solução tecnológica dá suporte a diversas funcionalidades que serão base nos novos serviços do programa Rio do Sul Digital, como o cadastro único do cidadão para todos os setores do município, o autoatendimento via internet, por exemplo.

“A integração entre o Google for Education e o software da IPM não irá apenas facilitar o uso do sistema pela Educação, como também evitar a duplicidade de dados e promover um grande ganho de produtividade e segurança na administração das informações pela gestão pública. A fase agora é de treinamento dos professores e gestores municipais”, declarou Araújo.

O aporte tecnológico propiciado pelo programa irá influenciar ainda áreas como administração, saúde, segurança pública e mobilidade urbana em Rio do Sul. Confira os mais importantes benefícios previstos a seguir.

Internet Social

Será possibilitada pela interligação online entre os prédios públicos municipais, garantindo acesso contínuo à internet e aos serviços que serão prestados pela prefeitura à comunidade. O sinal disponível será de 1 MB, com acesso limitado por parte da prefeitura a sites de pesquisa, entretenimento e redes sociais. A rede gratuita estará disponível inclusive em parques, praças e no Centro de Eventos Hermann Purnhagen. A rede contará com 18 torres de suporte para a propagação do sinal de internet via rádio.

Câmeras

O projeto contempla também a instalação de 100 câmeras de videomonitoramento externas e outras 100 internas nos prédios públicos, a fim de proporcionar mais segurança a servidores e usuários do serviço público.

Monitoramento de imagens

Da sala de Controle e Gestão que será construída no Centro Administrativo Prefeito Helmuth Baumgarten, agentes da Guarda Municipal e do Departamento de Trânsito terão acesso às imagens de 25 câmeras PTZ/Dome, com rotação de 360 graus e zoom de alta precisão, a serem instaladas em pontos estratégicos do município.

Gestão de trânsito

Outro sistema pioneiro no Alto Vale do Itajaí será o de Gestão de Trânsito, que influenciará diretamente na mobilidade urbana da cidade. O tempo de abertura dos semáforos poderá ser sincronizado com o apoio da tecnologia, garantindo maior fluidez ao trânsito.

Terminais de autoatendimento

Com o sistema integrado, a prefeitura disponibilizará 18 terminais de autoatendimento 24h em pontos como supermercados, lotéricas e farmácias, descentralizando o atendimento. O cidadão terá a oportunidade de requerer guias do departamento de trânsito, das companhias de água e energia elétrica e solicitar e agendar serviços de saúde.

Saúde com integração em tempo real

Outra possibilidade de economia será a gestão integrada entre todas as unidades de saúde do município. Em um banco de dados online, os profissionais terão condições de acompanhar todo o prontuário do paciente, com histórico de consultas, exames realizados e medicamentos receitados.

 

Compartilhe
FacebookTwitterEmail

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2020 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.