Prefeitura de Bento Gonçalves facilita o trabalho dos servidores municipais e garante atendimento remoto para cidadãos

A cidade de Bento Gonçalves ficou conhecida nacional e internacionalmente como “Capital Brasileira da Uva e do Vinho”, devido a grande produção de vinhos e sua força no segmento industrial.

Seus primeiros habitantes foram, em sua grande maioria, colonizadores italianos que deixaram aos seus descendentes o gosto pela tradição da produção de vinhos.

Com mais de 120 mil habitantes, e localizada a 121 km da capital Porto Alegre no Rio Grande do Sul, o município foi pioneiro a desenvolver o enoturismo no país e sua área vitivinícola atrai milhões de turistas todos os anos.

Bento Gonçalves está em 18º lugar no ranking das 100 melhores cidades para se investir em negócios no Brasil, o que comprova sua fama de cidade promissora e acolhedora.

No entanto, essas não são as únicas vantagens de ser um cidadão bento-gonçalvense.

Além das belas paisagens e riquezas nas heranças culturais, a cidade conta com uma gestão pública eficiente, que têm atendido às solicitações dos cidadãos com rapidez e responsabilidade.

A Prefeitura de Bento Gonçalves utiliza o sistema de gestão em nuvem da IPM Sistemas e além de oferecer serviços online ao cidadão, através do autoatendimento no Portal do município, ainda facilita o trabalho de todos os seus servidores.

O Portal do Cidadão disponibiliza serviços como consulta de débitos municipais, emissão de certidões, guias de IPTU, declarações, licenças e liberação de alvarás, entre outros.

Somente no ano de 2019, o portal obteve o número expressivo de 470.049 acessos, o que prova a sua excelência nas funcionalidades oferecidas.

 

Facilidade no trabalho dos servidores


 

O sistema de gestão em nuvem Atende.Net tem transformado a rotina de trabalho dos servidores na Prefeitura de Bento Gonçalves.

Principalmente pelo fato de que o papel se tornou um material dispensável nas secretarias, já que a maioria dos processos podem ser tramitados digitalmente.

Isso significou um ganho valioso de tempo que era gasto direcionando documentos em papel para os setores responsáveis, aguardo o retorno dos mesmos para só então finalizar solicitações.

O servidor tinha suas atividades bastante dificultadas o que influenciava diretamente no atendimento ao cidadão.

Antes de contar com o sistema em nuvem como ferramenta de trabalho, ele precisaria buscar algum determinado documento em meio a pastas e mais pastas de papel.

O que leva tempo e que muitas vezes nem valia a pena, pois o documento podia não ser encontrado.

Esse cenário ficou no passado.

Hoje o servidor pode encontrar qualquer documento em poucos cliques no Atende.Net.

O servidor não depende nem de papéis, nem de máquinas com grande capacidade de armazenamento para salvar arquivos.

Graças a gestão eletrônica de documentos, o GED, todos os documentos são digitalizados e disponíveis na internet.

Ou seja, de qualquer lugar, o servidor pode acessar o sistema e obter todas as informações que precisa para realizar seu trabalho.

Durante a quarentena, os serviços continuam normalmente, mesmo com parte da equipe trabalhando em home office.

Diferente dos sistemas antigos, que necessitam redes de dados internos, a tecnologia cloud computing foi desenvolvida para permitir o funcionamento de softwares pela internet, podendo ser acessados de qualquer lugar.

Sem sair de casa, gestores e trabalhadores das prefeituras acessam sistemas de compras, contábeis, de folha de pagamento, entre outros.

Segundo o secretário adjunto de Finanças, Heitor André Tártaro, o atendimento virtual tem sido suficiente e garante o atendimento dos cidadãos, mesmo durante a pandemia.

Ele acredita ainda que o impacto da doença vai levar os administradores a “repensar as formas de atendimento e utilizar ainda mais os canais virtuais”.

 
Na maioria dos casos o atendimento virtual tem sido suficiente. Através do Portal do Cidadão, e-mail e app de mensagens conseguimos atender aproximadamente 90% da demanda”, declara o secretário.

 

A contadora do município, Michele Sefin afirmou que os processos contábeis da prefeitura estão indo bem.

Com a utilização do Atende.Net, foi possível realizar as prestações de contas, fazer a geração e empenhamento da folha dos inativos e ativos, tudo online, em home office.

 
“Como contadora, não tive nenhuma dificuldade em trabalhar em casa e quando precisei dos técnicos da IPM, eles também resolveram as coisas sem precisar deslocamento. Então, como contadora não tenho nenhuma dificuldade no trabalho em home office” destacou a servidora.

Melhoria na administração de gestores


Os gestores da Prefeitura de Bento Gonçalves podem acessar o sistema pelo celular, de onde estiverem e ainda conseguem assinar documentos eletronicamente, com certificados de segurança.

O Atende.Net oferece aos seus usuários a possibilidade de personalizar perfis.

Dessa forma, o gestor pode acessar áreas exclusivas que competem a sua responsabilidade e enviar para os setores responsáveis, da mesma forma como se envia mensagens por aplicativos: rapidamente.

Além disso, o gestor pode analisar com facilidade os indicadores que apresentam números de todas as secretarias.

Assim, ele pode identificar os custos com as compras no geral, números de arrecadação, folha de pagamentos, tudo numa única tela.

Controlando os indicadores é possível planejar melhor e obter um retorno maior de verbas.

Podemos destacar a arrecadação de tributos do ano de 2019 de Bento Gonçalves.

A soma de tributos como ISS e ITBI, por exemplo, aumentam a receita própria.

Com isso, o gestor pode fazer uso dessa verba para suprir outras necessidades da cidade.

Através do Portal do Cidadão, a parte de emissão de guias de IPTU somente em 2019 contabilizou mais de 57 mil acessos.

Em consequência, na soma dos tributos arrecadados, o município teve um aumento de 17% comparado ao ano de 2018.

Sobre isso, o secretário de finanças afirmou que o ISS, por exemplo, teve aumento de arrecadação acima do esperado e orçado em 2019.

Além disso, a recuperação de dívida ativa também apresentou aumento significativo.

 
Houve aumento de arrecadação própria sim. Parte por aumento no efetivo de processos de fiscalização, parte pela integração dos sistemas aos órgãos de proteção e restrição ao crédito (CRA - cartórios de Protestos) para cobrança de dívida ativa e emissão de avisos de débitos”, ressaltou o secretário.

Compartilhe
FacebookTwitterEmail

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2020 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.