Mundo Conectado: vazamento de CPFs deixa brasileiros mais vulneráveis a golpes

Recente vazamento de CPFs e demais dados pessoais expôs milhões de brasileiros a golpes. Até mesmo informações de pessoas já falecidas foram reveladas. A situação é tão grave que ganhou até repercussão internacional. Aqui no Brasil, o portal de tecnologia Mundo Conectado publicou uma matéria explicando a situação e apresentando várias dicas para aumentar a proteção. E uma das fontes especializadas consultadas foi a IPM Sistemas.

O portal Mundo Conectado destaca que é preciso ficar atento a qualquer cobrança. Isso inclui boletos de contas atrasadas, promoções muito vantajosas e qualquer pedido de depósito. E alerta que os golpistas se passam por empresas reais, com CNPJ brasileiro e, costumeiramente, serviços que o cidadão já contrata. Exemplo disso são contas água, luz, telefone, etc. Por isso, em caso de suspeita de vazamento de CPFs e outros dados é preciso conversar pessoalmente ou por ligação telefônica com seu gerente bancário de confiança ou com a loja onde fez suas compras.

Uma forma de saber se ocorreu vazamento de CPFs e outros dados financeiros com uso indevido é falar diretamente com o Serasa. Porém, o portal Mundo Conectado destaca que existem sites que oferecem serviços para informar se você teve seus dados vazados. Entretanto, o oferecimento dessa ajuda também requer atenção, conforme explica o Analista de Segurança de Dados da IPM Sistemas, Fabiano Gabardo:

"O primeiro de tudo é pensar o seguinte: para identificar se seus dados foram vazados, esses sistemas precisam consultar em um banco de dados. Ou seja, os bancos que foram disponibilizados na Darkweb em algum momento foram baixados ou acessados por esses sistemas, o que já é um quesito a ser questionado", explicou Gabardo em entrevista ao Mundo Conectado.

 

Dicas práticas que ajudam na prevenção


Entre as dicas práticas para se proteger de golpes, o portal destaca que o melhor caminho é a conscientização. Conforme Gabardo falou na reportagem, é importante "observar se o domínio está com certificado SSL de segurança (se tiver, o navegador apresentará um cadeado ao lado da URL)".

O analista da IPM também indica que se verifique as URLs, pois "fontes confiáveis geralmente são apresentadas nas primeiras opções nas buscas e não apresentam URLs muito extensas."

Gabardo ainda destaca a importância de não instalar e baixar arquivos suspeitos, manter as senhas seguras e habilitar a segurança em duas etapas sempre que possível. "E, para finalizar, se você não conhece a procedência do domínio, desconfie, pois assim como existem aqueles bem intencionados que utilizam da internet para melhorar os serviços e a qualidade de vida das pessoas, existem também aquelas que tentam diariamente aplicar golpes, e realizam ataques para tentar algo para ganho próprio", fala o analista.

> Clique e leia a matéria completa no portal Mundo Conectado

 

Sistemas da IPM usam criptografia para proteger dados


A IPM Sistemas é referência nacional em desenvolvimento de softwares para a gestão pública - GRP. Por exemplo, Prefeituras, Câmaras de Vereadores, Tribunais de Contas, Fundos, Autarquias e Fundações são órgãos públicos que utilizam as soluções tecnológicas da IPM. Portanto, ao ser uma empresa de tecnologia que mantém banco de dados, a IPM adota uma série de dispositivos de segurança.

A primeira vantagem que os órgãos públicos têm ao adotar o sistema 100% em nuvem da IPM é que a empresa possui um data center próprio. Além de ser um sistema de última geração, é exclusivo para uso dos clientes IPM. Ainda, o banco de dados e as informações ficam hospedados em ambiente seguro com diversos servidores. Além disso, contam com robot de backup, firewall e fluxo de informações de forma criptografada.

Ainda, eventuais downloads de arquivos e vídeos, bem como toda a navegação via internet realizada nos ambientes das Prefeituras não transitam pelo data center, isentando a ocorrência de vírus neste ambiente.

 

Auditorias externas atestam a segurança


Os sistemas desenvolvidos pela IPM são auditados constantemente por empresas especializadas. Além disso, toda navegação para o data center é realizada sob o protocolo HTTPS, com certificado de autenticidade garantida.

Ao mesmo tempo, a segurança é reforçada com o uso de firewalls em dois níveis: interno (para cada cliente através de aplicação) e externo (geral através de appliance - equipamento físico destinado exclusivamente para esta finalidade).

Quanto aos serviços prestados ao cidadão, é utilizada a técnica de CAPTCHA, que impede que robôs forcem o acesso à aplicação. Por fim, o ambiente interno da IPM Sistemas é regulado por rígidas medidas de segurança.

 

Confira depoimento sobre a diferença entre sistema Emulado X 100% em nuvem:




 

LEIA TAMBÉM:

> Uso de serviços digitais no setor público mais do que dobrou em 2020

> Como empresas de tecnologia estão se adaptando à Lei Geral de Proteção de Dados

> Municípios com a tecnologia IPM estão entre os melhores colocados no Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal

Compartilhe
FacebookTwitterEmail

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2021 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.