IPM Sistemas cria Departamento de Modernização Digital da Administração Pública

IPM Sistemas cria Departamento de Modernização Digital da Administração Pública

Administração Geral
13 jul 2021

A IPM Sistemas é uma empresa especializada em softwares de gestão pública em plataforma única e 100% em nuvem. Criada em julho de 1996, acaba de completar 25 anos desenvolvendo soluções tecnológicas exclusivamente para órgãos públicos municipais. Ou seja, atende Prefeituras, Fundos, Fundações, Autarquias, Institutos e Câmaras de Vereadores. Aproveitando o mês de aniversário, anuncia a criação do Departamento de Modernização Digital da Administração Pública. Esse novo setor dedica-se à transformação digital dos clientes, fazendo diagnósticos e criando soluções que atendam às necessidades de cada instituição.

“Apesar dos 25 anos de história, estamos apenas começando. Somos muito jovens”, destaca o diretor-presidente, Aldo Luiz Mees. “Temos muito ainda a fazer para ajudar na construção de cidades mais inteligentes, que desenvolvam uma gestão econômica, ágil e transparente, com oferta de serviços de qualidade e céleres aos cidadãos”, completa.

A modernização digital da administração pública, afinal, é um caminho sem volta, e muito esperada pelos cidadãos. É o que aponta uma pesquisa do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) divulgada em março de 2021. Dos cidadãos ouvidos, 60% referem o atendimento por site, aplicativo ou mensagem de texto de serviços públicos. E, ao serem questionados sobre qual era a principal razão para essa opção, a resposta de 46% dos entrevistados foi “economia de tempo”. Ou seja, não querem mais burocracias e filas.

Por exemplo, Pomerode (SC) já entendeu isso e está em processo bem adiantado de modernização digital da administração pública. No entanto, outros projetos na mesma linha já estão sendo implementados também em Indaial (SC), São Bento do Sul (SC), Timbó (SC), Guaramirim (SC), Araucária (PR), Gravataí (RS) e Santa Rosa (RS).

> Vídeo: como a tecnologia IPM ajuda a construir Cidades Inteligentes

 

Foco está na automação e celeridade dos processos

O novo departamento da IPM trabalha a fundo o conceito de Prefeitura Digital. Ou seja, aquelas em que todos os processos de contabilidade, de pagamentos, de arrecadação, de fiscalização, de pessoal, de compras, de licitações, de procuradoria, e muitos outros, são feitos sem papel e com automação. 

Além disso, tem como objetivo fazer com que esses setores “conversem” entre si. Isso é possível através da plataforma única desenvolvida pela IPM, que reúne as informações de todas as repartições. Dessa forma, elimina duplicações de dados, permitindo cruzamentos e gerar gráficos e indicadores em tempo real, por exemplo.

Outro grande diferencial das prefeituras digitais é contar com mapeamento e automação de processos com fluxos digitais via workflow. Essa implementação otimiza e acelera a rotina interna, bem como qualifica o atendimento prestado ao cidadão e também aos Servidores públicos. O próprio software informa as etapas a serem realizadas. Dessa forma, os gestores têm maior controle e garantia da realização de todas as etapas.

Conforme explica Rodrigo Soares, do departamento de Modernização Digital da Administração Pública da IPM. Por exemplo, ele cita a disponibilização dos processos para serem feitos de forma digital, mapeados em fluxogramas, dentro do departamento de Recursos Humanos.

“O Servidor público não precisa mais se dirigir ao atendimento presencial para solicitar um ajuste de ponto ou, até mesmo, suas férias. Esses lançamentos são disponibilizados através do Portal de Autoatendimento da Prefeitura e também do aplicativo Atende.Net”, explica. “O mesmo está sendo feito com procedimentos que envolvem lançamentos tributários, como solicitações de segunda via de Alvará de construção ou Habite-se, inscrição, alteração e baixa de cadastro econômico, entre outros”, completa Soares.

Mobilidade com uso de aplicativo

Pelo aplicativo Atende.Net, o cidadão tanto pode baixar o boleto, como copiar apenas o código de barras para pagamento via aplicativo de internet banking. E sem fazer uso de papel. “Além dos benefícios para a administração pública, a comunidade também é beneficiada, pois não precisa mais se deslocar até a Prefeitura, nem enfrentar filas, para efetuar suas solicitações”, destaca Soares.

Pomerode terá processo concluído em julho

A cidade de Pomerode (SC), no Vale do Itajaí, ostenta o título de cidade mais alemã do Brasil. Mas não é só isso que a diferencia no cenário nacional. Com cerca de 34 mil habitantes, apresenta 92.4% de domicílios com esgotamento sanitário adequado.

Além disso, tem um alto Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM): 0,780, conforme a última atualização do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Esse indicador varia de zero a um, e considera o progresso em três dimensões: renda, educação e saúde. O que evidencia as boas práticas de gestão pública local.

Agora, Pomerode prepara-se para ter mais uma qualificação: ser um dos municípios mais eficientes e ágeis na prestação de serviços públicos aos cidadãos. Em julho de 2021, terá concluído o projeto de transformação digital da administração, que vai garantir a tramitação de todos os processos administrativos de forma 100% digital.

“Serviços rotineiros e simples, como o atendimento a uma consulta que exige a busca de documentos em papel, consumiam horas em deslocamentos e pesquisa em arquivos físicos. Agora a demanda será atendida em poucos minutos”, salienta Gílson Wudtke, superintendente financeiro da Prefeitura de Pomerode.

Essa modernização da Prefeitura de Pomerode começou no último trimestre de 2020. Como resultado, todas as áreas serão trabalhadas, aumentando a eficiência na prestação de serviços e beneficiando os moradores. Dessa forma, todos os departamentos contarão com fluxos de trabalho orientados por workflow.

> Vídeo: 5 vantagens da tecnologia na gestão da saúde pública

Pandemia acelerou processo de modernização

O superintendente financeiro da Prefeitura de Pomerode explica que a decisão pela transformação digital completa ganhou força durante a pandemia de Covid-19. Afinal, foi quando ficaram evidentes os benefícios da digitalização de todos os processos feita pela Secretaria de Finanças ainda em 2018.

“Nem mesmo o lockdown trouxe maiores dificuldades para o trabalho nas áreas de finanças, compras e contabilidade. Como todos os processos já estavam na nuvem, acessíveis de forma remota, não houve descontinuidade”, salienta Gílson Wudtke. 

De acordo com ele, outra vantagem de usar o sistema IPM é a possibilidade de acessar rapidamente informações detalhadas e organizadas a partir de diferentes parâmetros. Ou seja, melhora o planejamento, o acompanhamento de despesas, a execução de serviços e até a prestação de contas à comunidade.

Além da eficientização da gestão, com economia e transparência, o objetivo final da Prefeitura de Pomerode, segundo Wudtke, é atender melhor ao cidadão.

“A digitalização é uma realidade e traz diversos benefícios para as pessoas. Ela permite encaminhar uma solicitação a qualquer hora, de qualquer dia e de qualquer lugar e gera comodidade. Além disso, garante respostas mais rápidas às demandas”, salienta Wudtke.

 

LEIA TAMBÉM:

> Cronograma do eSocial: fique atento aos prazos para Órgãos Públicos

> Novo Siafic: entenda o que muda com o Decreto 10.540

> Clientes IPM ganham Selo APS de Qualidade do Ministério da Saúde

> Atende.Net localiza MEIs registrados após a Resolução CGSIM 59/2020

> Sistema Emulado x 100% Nuvem: confira as principais diferenças

> Emprego: confira as vagas abertas na IPM Sistemas

 

Siga a IPM no Linkedin, Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Voltar Voltar para notícias
Compartilhe essa notícia
Compartilhe no Twitter Compartilhe no Facebook Compartilhe no Linkedin
Retornar ao topo da página