IPM recebe certificado de multinacional por reciclagem de lixo eletrônico

Iniciativa destinou mais de meia tonelada de materiais de rede para reaproveitamento sem prejuízos ao meio ambiente


A preocupação com o meio ambiente no descarte de resíduos eletrônicos rendeu à IPM Sistemas o certificado do Programa Green IT, emitido pelo grupo japonês Furukawa, referência mundial em estruturamento de rede. No total, 549kg de materiais foram reciclados pela empresa multinacional.

Segundo o analista técnico da IPM, Maicon Mendes, o material foi recolhido pela Furukawa na IPM e levado ao posto de coleta mais próximo, em Curitiba (PR). Depois de reciclado, ele é destinado a empresas terceiras certificadas para servir de matéria-prima para produção de novas peças.

Além de impedir que esse lixo seja descartado de forma incorreta, a empresa japonesa também utiliza técnicas menos agressivas ao meio ambiente durante o processo. “Eles possuem uma máquina que separa o cobre do PVC sem fazer a queima dos metais, como muitas empresas ainda fazem, o que impede a liberação de substâncias altamente tóxicas na atmosfera”, explica o analista técnico.

Para se ter uma ideia, a iniciativa evitou que 275kg de materiais contaminados com metais pesados fossem depositados em aterros industriais e reduziu a extração de 52.155kg de minério de cobre. Esses metais, quando descartados na natureza, são responsáveis por contaminar o solo e as águas, causando prejuízos ao meio ambiente e, consequentemente, à vida humana. Já o PVC, contido nos cabos eletrônicos, pode levar de 200 a até 600 anos para se decompor.

No certificado a Furukawa também informa que a doação da IPM reduziu o consumo de 5.248 kWh, energia suficiente para abastecer 35 residências durante um mês. Além do reconhecimento, a empresa também foi bonificada com um valor para a compra de materiais de rede da marca.

Maicon Mendes lembra ainda que a IPM Sistemas não faz o descarte inadequado de nenhum material dessa espécie. “Cabos de rede, cabos elétricos, nobreaks, fontes, monitores, mouses, teclados e todo o chamado ‘lixo eletrônico’ é guardado em nosso depósito para ser destinado a empresas que promovem a reciclagem assim que há quantidade suficiente arrecadada”, explica.

Compartilhe
FacebookTwitterGoogle+Email

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2019 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.