Implantação e migração: clientes relatam experiências positivas

Muitas prefeituras já constataram os benefícios da migração do sistema de gestão pública em desktop para soluções de computação em nuvem (cloud computing). Além de serem uma tendência, sistemas em nuvem contribuem para a redução de custos e o aumento na qualidade dos serviços públicos. Representam também uma mudança expressiva nas rotinas da administração municipal, pois otimizam processos para atendimento da Lei de Acesso à Informação e, como consequência, alcançam a excelência nos serviços oferecidos pelo poder público aos seus clientes: os cidadãos.

Desde que iniciou o desenvolvimento dos sistemas em nuvem, a IPM já realizou centenas de migrações e implantações para que mais órgãos públicos pudessem usufruir desses benefícios. São prefeituras, câmaras, fundos, fundações e autarquias espalhados por todo o Brasil, atendendo milhões de usuários. O pioneirismo e o fato de os sistemas serem feitos desde o momento zero em nuvem são apenas alguns dos fatores que levam esses processos a terem sucesso quando feitos pela IPM.

Em uma pesquisa recente realizada com clientes, eles puderam expressar o seu nível de satisfação quanto ao período de migração e implantação do sistema: 92% deles declararam que o processo foi positivo, dando notas 4 e 5 - sendo esta a nota máxima. Nesta matéria selecionamos alguns depoimentos de entidades clientes da IPM. Confira como foi o processo nesses lugares:

São Bento do Sul, Santa Catarina


O município de São Bento do Sul, no planalto Norte de Santa Catarina, trocou as antigas plataformas de gestão pública por um sistema de última geração baseada na computação em nuvem (cloud computing) no fim de 2017 após 17 anos usando o mesmo sistema. A mudança facilitou o trabalho de servidores e o atendimento de cerca de 80 mil moradores que interagem com os serviços da prefeitura. O Atende.Net beneficiou além da Prefeitura Municipal, mais seis órgãos públicos.

Para se ter uma ideia da agilidade, somente na prefeitura a implementação do sistema ocorreu em sete dias úteis. Depois desse período todos os setores já estavam funcionando normalmente, os contribuintes voltaram a ser atendidos, as despesas foram empenhadas, os fornecedores começaram a receber e a folha de pagamento dos servidores foi calculada e processada no prazo.

“O andamento da implantação foi melhor do que esperávamos. Em uma semana os servidores públicos já estavam treinados e atendendo normalmente. A IPM deu um ótimo suporte para as particularidades do sistema e dúvidas”, comenta Margareth Bayerl Keiser, secretária de Administração e Finanças do município.

Dois Irmãos, Rio Grande do Sul


O município de Dois Irmãos (RS) aderiu ao Atende.Net no fim de 2017. A intenção da prefeitura era abrir um maior canal on-line de serviços para a população. Assim, cidadãos e empresas não precisariam mais se deslocar até o poder público e teriam muito mais comodidade no dia a dia.

Mas como qualquer mudança, vieram as incertezas. “É normal que a empresa diga que o seu sistema é o melhor, mas isso nem sempre ocorre na prática, às vezes tem falhas e há deficiência no atendimento. Felizmente não foi o que encontramos na IPM, a equipe conseguiu superar todas as nossas expectativas”, conta o secretário de Administração, Jerri Meneghetti.

O gestor lembra que a surpresa mais positiva deu no período da implantação. “O processo demorou apenas duas semanas. O pessoal da IPM fez todo o acompanhamento pós-implantação e todos os ajustes necessários. Com todos as adaptações que pedimos, em apenas quatro meses tudo estava funcionando normalmente, muito mais rápido do que imaginamos”, diz.

Alvorada, Rio Grande do Sul


Os gestores de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre, também sentiram que o município precisava de mudanças quando o antigo sistema não conseguiu mais suprir as necessidades da gestão. Com 175 mil habitantes, a prefeitura resolveu investir na inovação e passou a visitar as cidades próximas em busca de uma solução mais eficaz e em conta.

Segundo o secretário de Administração, Luiz Carlos Telles, a escolha de um software em nuvem foi a mais adequada por conta de todos os benefícios proporcionados.

“Tivemos algumas dificuldades criadas pela migração dos sistemas anteriores, mas a equipe da IPM deu conta do recado. O pessoal é muito bem formado, com totais condições de implantar com sucesso. O servidor público, às vezes, tem pouco de resistência com o que é novo, mas nesse caso a mudança se fez necessária para facilitar o nosso trabalho”.

Compartilhe
FacebookTwitterGoogle+Email

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2018 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.