Computação de Alta Performance na nuvem e as vantagens para órgãos públicos

26/04/2021 por IPM

Você sabe o que significa Computação de Alta Performance? E conhece suas vantagens? Primeiramente começamos explicando que esse termo vem da tradução de High Performance Computing (HPC), em inglês. De uma forma simples, podemos resumir que é o uso centralizado de recursos computacionais em grandes centros de processamento.

Ou seja, enquanto sistemas desktop tradicionais trabalham de forma limitada e atrelada à infraestrutura local, a HPC está totalmente relacionada a outro conceito, que é o de Computação em Nuvem, ou Cloud Computing, em inglês. Aplicações que rodam nessa infraestrutura normalmente são 100% web. Como resultado disso, podemos citar algumas das principais vantagens que apresenta:


  • Eliminação dos custos com compra e manutenção de equipamentos de TI;

  • Ganho de velocidade de processamento;

  • Disponibilidade 24h por dia em qualquer lugar a partir de dispositivo com internet;

  • Segurança, com proteção de dados por criptografia.


É graças à HPC que pesquisadores, engenheiros e cientistas conseguem resolver complexos problemas em cada vez menos tempo, inclusive com menos custo do que seria necessário na computação tradicional. Dessa forma, essa tecnologia de ponta impulsiona a inovação, acelerando processos e descobertas que estão mudando a realidade em todas as esferas.

Já pensou, então, nos ganhos que a Computação de Alta Performance na nuvem pode proporcionar aos órgãos públicos? Afinal, Prefeituras, Câmaras de Vereadores, Tribunais de Contas, Fundos, Autarquias e Fundações trabalham com volume muito alto de informações, o que exige uma capacidade técnica de processamento igualmente grande.

É justamente com isso que trabalha a IPM Sistemas, pioneira e líder no segmento de softwares para gestão pública em nuvem no Brasil. “Nosso software processa informações em alta velocidade, superando em alguns casos mais de 20x os tradicionais sistemas desktop”, destaca Cleber Nardelli, coordenador de Tecnologia e Pesquisa da IPM Sistemas.

 

Assista ao vídeo sobre a computação de alta performance




 

Mas, como é possível processar dados de forma tão rápida?


Para quem está se perguntando como é possível processar dados de forma tão rápida, é preciso alertar para a importância da capacidade tecnológica das empresas desenvolvedoras.

O primeiro desafio a ser superado está na camada de Software. A IPM Sistemas, que conta com 25 anos de expertise, primou pela velocidade de processamento ao desenvolver um framework especificamente para a produção de aplicações para órgãos públicos operados a partir da nuvem.

Pode-se resumir, de forma simplificada, que framework é a camada de software que engloba toda a tecnologia necessária para implementar os controles de acesso à informações no SGBD - Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados, segurança, interface com o usuário, etc.

“Graças a isso, as requisições comuns feitas pelo cliente IPM ao servidor consomem em média 5 kbytes de tamanho, o que diminui drasticamente o consumo de banda. Além disso, todas as requisições realizadas são feitas pelo método assincrônico, utilizando a técnica de AJAX.”, explica o coordenador de Tecnologia e Pesquisa da IPM, Cleber Nardelli.

Como resultado, essa tecnologia permite que o navegador faça várias requisições ao mesmo tempo para o servidor, dando ao usuário final a impressão de que está trabalhando localmente, tamanha a velocidade. Mas, na verdade, está 100% na web.

 

Diferenciais do software desenvolvido pela IPM


O software desenvolvido pela IPM Sistemas, além de utilizar-se da Computação de Alta Performance e ser desenvolvido 100% em nuvem, foi criado com foco na usabilidade. Tudo para otimizar a rotina dentro das repartições públicas, qualificando a tomada de decisão e diminuindo a carga de trabalho dos Servidores. Confira abaixo três dos seus diferenciais:

> MULTI PLATAFORMA: o software Atende.Net, desenvolvido pela IPM, funciona em diversos sistemas operacionais (Windows, Linux, OSX, IOS, Mac OS, Android, etc) e em diferentes navegadores (Microsoft Edge, Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari, etc), reduzindo assim a necessidade de investimentos com aquisição de sistemas operacionais.

> MULTI ENTIDADE: permite que várias entidades - Prefeituras, Fundos, Fundações, Autarquias, Institutos e Câmaras de Vereadores - mantenham suas informações em um mesmo servidor de banco de dados.

> MULTI JANELAS: ao possibilitar a abertura de várias janelas simultaneamente, o software facilita a operação.

 

Veja como a tecnologia IPM ajuda a construir Cidades Inteligentes


 

 

Tecnologia e inovação tornam as Cidades mais Inteligentes


Os Municípios que ainda não utilizam a computação de alta performance na nuvem convivem com constantes queixas de lentidão, perda de informações, dificuldade para cruzamento de dados, etc. Por outro lado, ao buscarem a tecnologia para uma gestão mais eficiente, econômica, transparente e célere, as Prefeituras passam a atuar dentro do conceito de Cidades Inteligentes, ou Smart City, em inglês.

Essa denominação tem sido utilizada mundialmente para descrever cidades que “pensam e agem” de forma criativa, sustentável e com participação dos cidadãos. Em outras palavras: onde gestores e comunidade trabalham juntos em prol do bom uso de seus recursos públicos. Por isso, entre as dimensões que indicam o nível de inteligência de uma cidade estão a governança e a tecnologia.

É com esse mesmo conceito de construção de cidades inteligentes que trabalha a IPM Sistemas. O software Atende.Net permite às Prefeituras economizar com equipamentos de TI e papel, aumentar a arrecadação municipal e, ainda, facilitar a vida do cidadão com redução da burocracia e filas.

Por exemplo, o munícipe consegue abrir sua própria empresa, agendar consulta médica, emitir e pagar guias de impostos, ou parcelar suas dúvidas. Tudo sem sair de casa. Do mesmo modo, pode solicitar serviços diversos, registrar demandas na Ouvidoria. E, até mesmo, agendar um Teleatendimento com poucos cliques para sanar dúvidas diretamente com um Servidor público.

 

Confira as facilidades oferecidas pelo Atende.Net




 

Levantamento nacional mostra que digitalização ainda é desafio para Prefeituras


A qualidade da gestão e do atendimento oferecidos à população está diretamente ligada à capacidade tecnológica de uma Prefeitura. Exemplo disso é permitir ao cidadão se autoatender de qualquer lugar, bastando ter um dispositivo com internet.

Porém, essa não é uma realidade para uma parcela significativa da população brasileira. Pelo menos é o que mostra levantamento nacional do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br). A cada dois anos, desde 2013, o Cetic.br realiza pesquisas sobre a disponibilidade e uso da internet no Brasil, sendo uma delas a TIC Governo Eletrônico.

Conforme o último levantamento, de 2019, houve avanço do governo eletrônico na esfera dos governos locais. Mas é preciso evoluir. Por exemplo, serviços como a realização de agendamentos on-line é disponibilizada por apenas um quarto das prefeituras no país.

A possibilidade de serviço de agendamento on-line pelo site da Prefeitura foi menos frequente até mesmo entre os maiores municípios. Apenas 41% dos municípios com população entre 100 mil e 500 mil habitantes e 58% daqueles com mais de 500 mil oferecem esse serviço.

Por outro lado, ainda conforme a pesquisa, a emissão de Nota Fiscal Eletrônica por website subiu de 51% (em 2017) para 69% (2019). Porém, isso significa que 31% das prefeituras do Brasil ainda não oferecem essa funcionalidade a seus cidadãos. Ou seja, ainda existe muito espaço para trabalhar o acesso a serviços que podem ser oferecidos integralmente pela Internet.

 

LEIA TAMBÉM:


> Como se chega aos preços dos softwares de gestão pública

> 3 formas de reduzir custos com computação em nuvem nas Prefeituras

> Artigo: Comprando gato por lebre, por Aldo Luiz Mees

> Clientes IPM são destaque no ranking de transparência da CGU

 

Siga a IPM no Linkedin, Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Computação de Alta Performance, computação em nuvem, tecnologia

Sobre o Autor

IPM

Comentários

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2021 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.