3 prefeituras que adotaram processos eletrônicos - IPM
IPM - Blog
Administração Geral Administração Geral

processos eletronicos 2Em posts anteriores, abordamos a importância da implantação de processos eletrônicos em prefeituras, como dar o kick-off para adoção do sistema, algumas aplicações essenciais, entre outros tópicos. Neste post, o objetivo é ver o efeito prático dos processos eletrônicos na rotina de prefeituras e como eles alteraram para melhor os trabalhos. Vamos listar como exemplo três municípios e um órgão estadual que utilizam a tecnologia com ótimos resultados. Em cada situação, mostraremos um tipo de aplicação dos processos eletrônicos:

  1. Na cobrança de IPTU em Palhoça (SC) – O município de Palhoça foi o primeiro da Grande Florianópolis, em Santa Catarina, a adotar um sistema de gestão pública em nuvem. Com isso, implantou também processos eletrônicos para facilitar e agilizar os trabalhos em algumas áreas. Um exemplo é a opção de baixar o carnê do IPTU pela internet, que ano passado teve a adesão de mais de 16 mil contribuintes do município, tudo via processo eletrônico, pelo próprio site da prefeitura. Desde então, o autoatendimento online é alternativa para quitar o imposto por parte do contribuinte. O IPTU online é uma alternativa adicional, além dos 95 mil carnês enviados pela prefeitura de Palhoça pelos Correios. Na prefeitura, o IPTU online ajuda a minimizar a espera e a evitar filas.
  2. Obras integrado ao protocolo em Rio do Sul (SC) – A Prefeitura de Rio do Sul, no alto Vale do Itajaí (SC), colocou em prática a integração do módulo de Obras e Posturas e o Protocolo. Na prática, a união das duas áreas pelo sistema web de gestão possibilitou uma maior agilidade na validação de processos que compreendem a obtenção de alvarás na prefeitura. Com a integração, o processo é tramitado, a partir da entrada da documentação pelo contribuinte, por um roteiro seguro, sempre pela internet, por meio eletrônico. Neste caminho, os usuários podem emitir diversos documentos de comprovação e acompanhamento. O procedimento ganhou em velocidade, pois todo o processo, desde a análise de viabilidade até o Habite-se, é feito pelo mesmo sistema, acessível pela internet. Foi um grande avanço por lá.
  3. Portal do Cidadão em Concórdia (SC) – Quem acessa o site da Prefeitura de Concórdia, no Meio-Oeste de SC, percebe que a página também é chamada de “Portal do Cidadão”. Isso porque, no espaço, a população pode solicitar inúmeros serviços via autoatendimento, em meio eletrônico. São serviços como Consulta Autenticidade de NFS-e, Consulta de Licitações, Consulta de Protocolo, Emissão da Certidão Negativa de Débitos – CND, Emissão do Recibo de Pagamento, Informações cadastrais Imobiliária, entre outros. Antes, eram procedimentos que exigiam do cidadão o deslocamento até a prefeitura e a abertura de processos físicos, utilizando papel. Agora, é feito tudo pela internet. Por dia, o portal recebe mais de 400 solicitações.

Case de sucesso bônus: processos eletrônicos em outros órgãos públicos

  • Autoatendimento no Deter (SC) – Aproveitamos este post para falar brevemente da adoção de processos eletrônicos também no Departamento de Transportes e Terminais (Deter) de Santa Catarina. Por lá, a tecnologia propicia o autoatendimento via internet para mais de 6 mil empresas cadastradas junto ao órgão no Estado. A ferramenta agiliza o serviço sem a necessidade de deslocamento até o órgão e oferece segurança para os dados. Os serviços são acessíveis pelo portal da entidade, permitindo que as empresas apresentem seus requerimentos digitalizados para a análise dos administradores. Outro benefício é a redução significativa do uso de papel nessas operações.

Ficou com alguma dúvida sobre a adoção de processos eletrônicos? Deixe uma pergunta para os nossos especialistas nos comentários.

Voltar Página anterior
Newsletter

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter

Retornar ao topo da página