5 benefícios dos sistemas para gestão pública em nuvem

25/10/2017 por IPM

A tecnologia cloud computing, ou computação na nuvem, está mudando a forma de gerir os municípios e de interagir com os cidadãos no Brasil há pelo menos seis anos, quando começou a se popularizar por aqui. Cada vez mais os sistemas de gestão pública são utilizados neste formato para modernizar a administração e aproximar a sociedade dos órgãos públicos, se tornando uma realidade cada vez mais comum em prefeituras, câmaras de vereadores, secretarias e autarquias. Confira abaixo cinco benefícios dos sistemas para gestão pública em nuvem:

Sistemas para gestão pública em nuvem: conheça essas vantagens


 

1. Economia de implementação e manutenção


Em tempos de crise econômica, reduzir custos virou regra em qualquer gestão, seja pública, seja privada. É aí que entram os sistemas para gestão pública em nuvem que, por não precisar adquirir e manter infraestrutura e servidores físicos de centros de processamento de dados, nem cabeamento estruturado, tem um custo inferior de implementação. No caso de uma cidade média, com mais de 100 mil habitantes, por exemplo, a economia ao escolher um sistema de gestão na nuvem pode ser de até 70% se comparado com o modelo tradicional.

2. Mais mobilidade para os servidores públicos


Uma das vantagens dos sistemas para gestão pública em nuvem é poder acessar o sistema de qualquer dispositivo conectado à internet de qualquer lugar graças à mobilidade. Ou seja, não é preciso ter o programa instalado no computador. O gestor ou o servidor público não precisam estar no órgão público para realizar suas tarefas, facilitando as rotinas de trabalho.

3. Garantia de segurança dos dados


Ainda há quem desconfie da segurança da cloud computing, mas não há motivo para isso. Sistemas de gestão pública na nuvem têm medidas de segurança até mesmo superiores às ferramentas de servidores físicos. Além disso, armazenar os dados na nuvem é mais seguro caso haja algum contratempo como roubo dos dispositivos físicos ou enchentes, por exemplo.

4. Facilidades para o cidadão


Com um sistema para gestão pública em nuvem o cidadão pode realizar diversos serviços de forma online, sem precisar se deslocar até a prefeitura ou secretaria, por exemplo. Emissão de notas fiscais avulsas ou guias de pagamento do IPTU, solicitação de emissão de alvarás e conferência de certidões negativas são alguns dos serviços que podem ser feitos em sistemas em cloud.

5. Mais transparência para o cidadão


No caso das prefeituras, a computação em nuvem permite implantar Portais da Transparência, exigidos por lei. Além disso, as informações e programas são mantidos em ambiente único, facilitando a gestão, a transparência e o atendimento à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Como você pode ver, a tecnologia na nuvem está mudando a forma de gerir uma organização pública por meio de sistemas de última geração criados especialmente para as necessidades dos órgãos públicos. Quer saber como implementar a cloud computing na sua gestão?

Baixe grátis nosso e-book Cloud Computing em prefeituras: os primeiros passos para adotar sistemas em nuvem clicando aqui.

Sobre o Autor

IPM

Comentários

Newsletter IPM

Cadastre-se e receba novidades sobre nossos sistemas.

© 2018 IPM Sistemas de Gestão Pública. Todos os direitos reservados.