IPM - Softwares de Gestão Pública

Notícias

Prefeituras catarinenses optam por sistema de gestão em nuvem

Programa totalmente hospedado na internet, desenvolvido pela IPM, integra setores de órgãos públicos e facilita implantação de Portais da Transparência, exigidos por lei
Prefeituras de Santa Catarina tem apostado em um sistema de gestão em Cloud Computing, ou seja, hospedado na nuvem da internet, para modernizar a administração municipal. A tecnologia, desenvolvida pela catarinense IPM, especializada em softwares para gestão pública, dispensa o uso de servidores físicos, reduzindo custos. Outra vantagem é a integração de todos os setores do órgão em um só programa, o que facilita a gestão, a prestação de contas e a implantação de Portais da Transparência, exigidos por lei.

A computação em nuvem possibilita o acesso ao software de gestão em smartphones, tablets e outros dispositivos móveis com acesso à internet. Isso permite que, pela rede, o contribuinte tenha acesso a dezenas de serviços públicos sem a necessidade de se deslocar à prefeitura. O sistema ainda estabelece o controle de todas as entidades e órgãos públicos municipais, por meio de um cadastro único de informações.

Em Santa Catarina, os municípios de Pomerode, Barra Velha, Concórdia e, na Capital, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC), já adotaram o programa. Outras 60 prefeituras catarinenses já licitaram a implantação do sistema, sendo que em Aurora, Balneário Barra do Sul e São Francisco do Sul, o serviço já foi contratado. No Rio Grande do Sul, a prefeitura de Gravataí também aderiu. Foram investidos R$ 15 milhões em cinco anos para desenvolver a tecnologia, batizada de Atende.Net Web.

Segundo o diretor-presidente da IPM, Aldo Luiz Mees, os municípios sentiram a necessidade de evoluir na gestão pública, por meio de tecnologias em sistemas de informação, para dar mais resultado. “A tecnologia em Cloud Computing possibilita uma gestão mais profissional, em que as informações chegam com mais clareza, rapidez e transparência à população”, afirma.

Datacenter em Curitiba (PR) - A computação de nuvem substitui os servidores físicos, cabeamentos e aplicativos por máquinas virtuais, que trabalham pela internet, reduzindo custos e aumentado a velocidade dos serviços. Recentemente, os servidores da IPM foram transferidos da cidade de Rio do Sul para Curitiba, capital paranaense, em parceria com a GVT. A mudança resultou em maior qualidade e segurança dos sistemas. O datacenter, que mantém os dados de todas as prefeituras, conta com diversos dispositivos para segurança da informação.

A IPM tem uma base de 300 clientes, entre prefeituras e outros órgãos públicos no país. A previsão é que em até três anos todos os órgãos migrem para a tecnologia Cloud Computing.
Em geral, o mercado da tecnologia da informação tem partido para a nuvem. Segundo dados da consultoria IDC, o modelo cresceu 68% no país em 2012, com previsão de expansão média de 74% ao ano até 2015, e deve movimentar U$ 257 milhões somente neste ano no Brasil.

Receba nossas novidades em seu e-mail:

  • SEDE  (48) 3031-7500Florianópolis / SC

  • FILIAL  (45) 3222-3500Cascavel / PR

  • CALL-CENTER / FÁBRICA DE SOFTWARES  (47) 3531-1500Rio do sul / SC

VEJA NO MAPA

Usuários dos módulos web e desktop podem solicitar auxílio técnico e esclarecer dúvidas via Chat

Copyright © 2014 - Área Local